Voltar

DIAMANTES

A Cartier é uma joalheria de renome mundial, porém representa apenas uma pequena parte do consumo mundial de diamantes. Na prática, a imensa maioria dos produtos de joalheria não carrega o nome de uma marca. Ainda assim, decidimos adotar uma postura de vanguarda para servir de exemplo ético. Uma escolha natural considerando o nosso compromisso com a excelência e a reputação da Cartier.

Consequentemente, combater os diamantes de guerra é uma prioridade maior na nossa política de Responsabilidade Corporativa.

DIAMANTES DE GUERRA

As Nações Unidas definem os diamantes de guerra, ou diamantes de conflito, como "diamantes que provêm de zonas controladas por forças ou facções opostas aos governos legítimos e internacionalmente reconhecidos, usados para financiar ações militares contra esses governos ou em contradição com as decisões do Conselho de Segurança".

O termo surgiu nos anos 1990, durante os conflitos que devastaram diversos países da África, como Serra Leoa, Libéria, Angola, dentre outros. Esses conflitos suscitaram uma poderosa mobilização sob a égide da ONU. Estados produtores de diamantes, países importadores e exportadores de diamantes, atores da indústria do diamante e ONGs reuniram esforços para ajudar a restaurar a paz nas zonas de conflito.

A meta: garantir a estabilidade e o desenvolvimento das economias, principalmente no sul da África, que dependem em grande medida do comércio legítimo de diamantes brutos.

O PROCESSO KIMBERLEY

O Processo Kimberley foi criado em 2000 por iniciativa da ONU, dos Estados produtores de diamantes, da indústria do diamante e de ONGs. O objetivo é garantir que nenhum "diamante de conflito" entre no mercado mundial. Desde setembro de 2007, o processo Kimberley conta com 54 participantes que representam 81 países (a União Europeia e os seus Estados membros contam como um único participante), a grande maioria representando a produção e o comércio de diamantes brutos.

O Processo Kimberley impôs um sistema de certificação que está em vigor desde 1° de janeiro de 2003. Todos os diamantes brutos devem circular em containers selados e acompanhados por um certificado de origem numerado e infalsificável, emitido pelas autoridades governamentais do país exportador. As inspeções são regulares. Qualquer país contraventor pode ser sancionado e excluído do sistema. Em 2006 verificou-se que mais de 99% dos diamantes brutos em circulação provêm de fontes certificadas sem conflitos.

O SISTEMA DE GARANTIAS

O Sistema de Garantias é complementar ao Processo Kimberley: constitui a etapa seguinte. Diferentemente do Processo Kimberley, ele se aplica também aos diamantes lapidados. A totalidade da indústria do diamante empenhou-se em apoiar a luta contra o comércio dos diamantes de conflito, por meio de medidas suplementares que se aplicam à fabricação e à venda de diamantes e peças de joalheria. Todo vendedor de diamantes lapidados é obrigado a emitir uma garantia por escrito, que é transmitida a cada vez que o diamante muda de mãos. Essa garantia assegura que se trata de diamante livre de conflito e tem de ser mencionada em todas as faturas emitidas em cada etapa do percurso do diamante.

CARTIER

Desde a origem do dispositivo, em janeiro de 2003, todas as aquisições de diamantes da Cartier são submetidas ao Sistema de Garantias. Exigimos a declaração de garantia para cada fatura envolvendo o comércio de diamantes.

O compromisso da Cartier vai muito além dos diamantes. Detalhado em nossa política de Responsabilidade Corporativa, ele se aplica à nossa linha completa de produtos e abrange três áreas: ética, social e ambiental.

Para saber mais sobre a indústria de diamantes, nós aconselhamos visitar o site: www.diamondfacts.org. Esta organização internacional visa erradicar o comércio de diamantes provenientes de zonas de conflito ou que de outra forma implique atentado à dignidade humana.

A Cartier mantém com os seus fornecedores relações duradouras e fundadas no respeito por valores comuns. Trabalhamos com eles diariamente para ajudá-los a respeitar os compromissos da Maison.