Óculos, lornhão, lupas, binóculos de teatro... nenhum acessório óptico escapa ao olhar joalheiro da Cartier, desde a sua origem. Materiais nobres ou preciosos, superfícies delicadamente esmaltadas e a cintilação de diamantes transformam esses instrumentos em adornos.

Par de binóculos de teatro

Cartier Paris, encomenda de 1912

Platina, diamante lapidação rosa, azeviche, verniz preto.

7,04 x 5,00 x 2,07 cm

Lornhão Tigre

Cartier Paris, encomenda de 1954

Ouro, duas esmeraldas em forma navette, esmalte preto.

O objeto se desdobra em duas partes e se abre por detrás do corpo do tigre.

Vendido à duquesa de Windsor (1896-1986). Grande adepta da Cartier a partir do fim dos anos 1930. Várias de suas joias foram realizadas em colaboração com Jeanne Toussaint.

8,5 x 2,02 cm (fechado)

Óculos

CARTIER PARIS, 1982

Ouro amarelo, diamantes lapidação brilhante.

Réplica exata dos óculos encomendados por Jeanne Lanvin em 16 de abril de 1925, este modelo foi em seguida reeditado em três exemplares para os 150 anos da Cartier em 1997.

Comprimento 11,56 cm