Juste un Clou

Poderosa e excepcional, a pulseira Juste un Clou inspira artistas digitais.

Foi nessa rede social criativa que a Cartier selecionou artistas escolhidos por milhares de seguidores, cujas performances, das mais irreverentes às mais poéticas, estão em sintonia com a energia rock de Juste un Clou. Fotógrafo, pintor, videasta, artista plástico, todos têm carta branca para reinterpretar Juste un Clou de Cartier. Uma colaboração livre que produz imagens ultra exclusivas, gráficas, românticas, excêntricas, vindas de Dubai, Londres, Paris, Berlim, Nova York, Xangai ou Hong Kong.

 

 

Judith Supine

Judith Supine

BIOGRAFIA
Judith Supine é um artista que mora e trabalha no Brooklyn, NY. Ele só começou a falar pouco mais de um mês após o seu aniversário de dezessete anos. Ele não conseguia articular fisicamente as palavras, só sabia guinchar e grunhir. Supine costumava desenhar para se comunicar com a família. Sua mãe guardou todos os seus desenhos, um dos muitos motivos que a tornam uma pessoa incrível. O artista trabalha basicamente usando materiais reciclados. Ele usa estiletes de precisão, cola em bastão e tintas baratas e feias. O artista encontra a sua matéria-prima no lixo, na biblioteca pública, nos escritórios de dentistas ou na coleção de revistas da sua irmã mais nova.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
Todas as manhãs, eu atravessava a Williamsburg Bridge. No começo, eu fantasiava que iria instalar uma escultura Juste un Clou no topo de uma das torres. Eu queria criar pequenos mundos mágicos.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Eu criei uma escultura suspensa do meu pai usando um biquíni. Ao meio dia de um domingo, fui nadar no East River. Meu irmão segurava uma corda para me puxar de volta para a margem. Ele soltou a corda, e a correnteza me levou rio abaixo.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Poder

 

 

CURTIS KULIG

Curtis Kulig

BIOGRAFIA
O artista Curtis Kulig mora e trabalha na cidade de Nova York. Há 10 anos, o seu apelo pessoal cheio de futilidade e ironia, “Love Me”, se tornou parte do tecido urbano da cidade e a mensagem acabou se tornando icônica. O trabalho de estúdio de Kulig consiste em pinturas e desenhos geralmente feitos em séries que exploram as suas vulnerabilidades emocionais.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
Juste Un Clou de Cartier foi concebida nos anos de 1970 em Nova York. Era uma época impulsiva e selvagem em que algo banal poderia se tornar extravagante — é só falar com alguém que conheceu a Warhol’s Factory ou a Studio 54. Eu queria escolher palavras que refletissem aquela época, mas que fossem pertinentes ainda hoje e colocar essa joia cheia de emoção no centro, substituindo cada O. A letra O é tão redonda e inclusiva, ela se encaixou perfeitamente na ideia. Para mim, não se trata só de palavras. É a proposta do roteiro, a sua natureza impetuosa que me agrada.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Eu crio muitos curta-metragens. Enquanto trabalhava nesse projeto, eu combinava vídeos de canteiros de obras com música clássica. Talvez tenha sido a forma do prego que me inspirou.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Eterno

 

 

Molly Catherine Scannell

Molly Catherine Scannell

BIOGRAFIA
Eu sempre saio de fininho e, curiosamente, na maior parte do tempo, fico observando o mundo em segredo, enquanto ele gira ao meu redor, com um grande sorriso. Tudo o que eu faço é movido por paixão e desejo – estas são as minhas exigências mínimas.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
O processo é a minha parte preferida do trabalho. Sem exceção. Folhear revistas excelentes, consultar blogs, navegar pelo Pinterest e anotar os meus favoritos: isso me parece ser a coisa “certa”. A colaboração com a Cartier despertou extraordinariamente as minhas ideias. A mensagem Juste Un Clou era tão nova e honesta de se trabalhar – é o tipo de trabalho que eu adoro fazer: “O que deve ser lembrado sobre esta pulseira única é que a Juste Un Clou é mais do que um produto. Ela é uma alma, algo que você deseja, uma parte de você”. Como eu poderia NÃO estar empolgada por trabalhar com isso!

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Assim como com estranhos familiares, retirar a “identidade” na arte traz a oportunidade de contar uma história em larga escala ou em um nível totalmente diferente.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Transformar

 

 

Andrew Westermann

Andrew Westermann

BIOGRAFIA
O artista, residente em Colônia, também é ex-modelo internacional. Durante o tempo que passou no universo da moda, ele aprendeu muito sobre arte e beleza. Uma combinação de suas viagens, sua fascinação pela morte e sua visão romântica da vida caracteriza as peças que ele cria. Pinceladas simples, mas elegantes, caveiras, poemas e cores contrastantes definem estas visões na arte de Andrew.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
Na minha opinião, a Cartier representa elegância, sofisticação e exclusividade. O desafio e também o processo emocionante da colaboração consistem em misturar estes ideais com os meus. Não opondo, mas complementando um ao outro. Acompanhando um belo objeto com uma pincelada elegante e a cor dourada. Acrescentando o misterioso vermelho-escuro que representa a Cartier e também os esqueletos que definem o meu estilo. Na minha percepção romântica do mundo, acho que, no fim, não passamos de ossos e amor e lágrimas. É a única coisa que todo mundo tem em comum.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Se você não quiser ser esquecido pelo que você fez, então precisa deixar mais do que só ossos.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Imortal

 

 

MELODI MEADOWS

Melodi Meadows

BIOGRAFIA
Criada fora de Dallas, a texana Melodi Meadows cresceu em uma fazenda com três irmãos mais velhos. Sua mãe, Leslie, uma verdadeira hippie na época, optou pelo ensino em casa para os quatro filhos, permitindo que Melodi tivesse tempo de explorar sua imaginação e descobrisse muito cedo sua autêntica paixão: a arte. O segredo de um dia perfeito na infância de Melodi incluía uma câmera descartável, material para desenhar e a transformação das roupas que sua mãe comprava para ela. Aos 17 anos, Melodi entrou para uma escola de moda e passou a explorar a arte através do vestuário. Embora amasse moda, ela logo percebeu que não queria ser estilista. Aos 19 anos, começou a ter aulas de desenho e pintura na University of North Texas. Era o curso perfeito para Melodi, que passou os quatro anos seguintes em um ambiente de pura criatividade. Com uma infinita paixão por criação, ela investigou as profundezas de sua psique para explorar ideias e experimentos em uma grande variedade de formas de arte e a complexidade da emoção humana que nasce através delas. Em seu último período na faculdade, aos 22 anos, ela conheceu Asher Moss, um fotógrafo promissor que estava fazendo uma turnê para promover seu livro intitulado Miss Lonely. Ela diz que foi amor à primeira vista. No ano seguinte, eles viajaram de carro durante um mês para se mudarem para a costa oeste. A Califórnia passou a ser o novo lar deles. Asher, que se estabeleceu como fotógrafo, atuou como mentor de Melodi quando esta iniciou uma nova aventura no campo da fotografia e da direção artística. Hoje, ela trabalha com grandes marcas mundiais e com uma variedade de empresas e lojas regionais e nacionais.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
Quando a Cartier me propôs a colaboração Juste Un Clou, senti que era a parceria perfeita. Inspirada nos anos 1970, um período que viu surgirem alguns dos artistas mais influentes até hoje, a pulseira simboliza o estado de espírito que eu cresci chamando de meu. Interessei-me pelos artistas daquela época que tinham se infiltrado nas minhas prateleiras de discos, livros e roupas desde os meus 14 anos. Revisitei as histórias que eles contavam sobre um tempo em que se viam realmente livres. Momentos que quase parecem bons demais para ser verdade: eu me imaginava lá, recorrendo a todos os meus sentidos para entender completamente as imagens ou palavras que eu estava assimilando. Às vezes quase conseguia sentir que estava sentada no sofá ao lado de Keith Richard, ouvindo-o tocar os acordes de “Just my imagination” (imaginação esta que estava criando asas). Quando entrei no estado de espírito da Juste Un Clou, comecei a desenhar e a fazer colagens com as imagens que inspiraram aquela disposição em mim: a história visual, sensual e vanguardista, de um indivíduo frenético e independente, com nada além da verdadeira liberdade em mente.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Encontrar o talento certo sempre é uma peça essencial do quebra-cabeça. Na indústria da moda, estou cercada por muitos talentos individuais, mas o que eu estava procurando era uma pessoa que nunca tivesse pedido desculpas por ser ela mesma. Então me lembrei de uma moça com quem eu tinha trabalhado em Nova York: Kaiman Kazazian. O jeito como ela tomava uma taça de vinho e jogava de lado seu cabelo preto comprido para olhar por cima do ombro dizia tudo. Kaiman captava toda a atenção quando entrava em um lugar, e eu sabia que ela seria perfeita para este projeto.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Manifestação

 

 

Chen Bingdai

Chen Bingdai

BIOGRAFIA
Chen Bingdai é fotógrafo freelance e mora em Hangzhou, na China. Embora tenha estudado desenho industrial na faculdade, ele desenvolveu uma paixão pela fotografia.
A simplicidade e a composição minimalista de sua obra se inspiram principalmente na pintura tradicional chinesa.
Na maior parte do tempo, ele fotografa seus amigos e a cidade em que mora. O artista gosta de se inspirar nas pessoas ao seu redor.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
A série Juste un Clou me dá um estado de espírito muito libertador. Ela não apresenta nenhuma fronteira. É muito conceitual, mas, ao mesmo tempo, concreta.
Pretendo fotografar de um jeito simples e conceitual. Mãos e produtos “Juste un Clou” serão selecionados juntos e com bom gosto, compondo um único quadro, mas deixando bastante espaço para o público imaginar a história por trás da cena – quer as mãos/objetos interajam com a natureza (luz e sombras, plantas) quer interajam com as pessoas (ele próprio, outras pessoas). E, através deste processo, espero transmitir o espírito de liberdade da Juste un Clou e dizer que as coisas estão sempre abertas a interpretações.
Em uma perspectiva estética, as fotos parecerão subsaturadas e subexpostas para acrescentar camadas de tons/sentimentos melancólicos à foto. Também pretendo usar muito espaço negativo para complementar com objetos naturalmente posicionados/em pose, chamando a atenção visualmente para o produto e para as vibrações globais vanguardistas e experimentais.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Incomum

 

 

Xiao Han

Xiao Han

BIOGRAFIA
Meu nome é Xiao Han, nascido e criado em Xangai. Sou professor de ciências políticas e fotógrafo em tempo parcial. Acho que desempenho esses dois papéis com facilidade. Sinto que a minha identidade como professor de ciências políticas me permite criar arte visual de qualidade – meu estilo é simplista, mas com alto impacto, o que já me valeu mais de 62 mil seguidores no Instagram.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
A “Juste Un Clou” é mais do que um simples produto. Para mim, é uma joia repleta de narrativas. Quero usar quatro imagens que representam a “Juste Un Clou”: os temas são Sempre em Movimento, Mostre seu Lado Selvagem, Chega de Esconde-Esconde e Seja Amado. Quero cooperar com a Cartier a fim de conferir uma energia positiva à Juste Un Clou.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Ao criar esta obra, tive de enfrentar o desafio do clime imprevisível de Xangai. Houve apenas dois dias ensolarados durante todo o mês. Quando eu acordo pela manhã manhã, abro minhas cortinas e vejo que está fazendo sol, saio para fotografar. Eu dependo do clima para criar o meu trabalho, o que às vezes faz com que eu me sinta desamparado, mas, pelo menos, posso me adaptar às diversas situações.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Narratividade - a “Juste Un Clou” é como criar uma memória pessoal e um sentido de existência.

 

 

CHO GI SEOK

Cho Gi Seok

BIOGRAFIA
Cho Gi Seok nasceu em 1992 e mora em Seul, na Coreia do Sul.
Trabalha principalmente combinando diferentes gêneros de fotografia, design gráfico e objetos.

ABORDAGEM DO PROJETO JUSTE UN CLOU
Já inovador ao transformar um objeto comum em uma joia preciosa, Juste un Clou permite que o começo e o fim cheguem a um ponto comum ao curvar a linha reta de um prego, promovendo o inédito encontro das duas extremidades. Assim, meu trabalho é desenvolvido em torno deste mesmo conceito, a ideia de coisas que nunca se encontram, como o início e o fim.

ANEDOTA/HISTÓRIA DO TRABALHO
Felizmente, tive a oportunidade de exibir as obras no evento de pré-lançamento do Panthère de Cartier em Seul, o momento perfeito com o público perfeito.

DEFINA A JUSTE UN CLOU EM UMA PALAVRA
Coexistência